Linha verde de doença transmissíveis:2870 0800
  • Turistas do estrangeiro: proibida a entrada (Requisitos para o pedido de isenção) Turistas provenientes da China Interior, Hong Kong e Região de Taiwan É proibida a entrada caso tenham visitado países estrangeiros nos 21 dias anteriores à sua entrada (Requisitos para o pedido de isenção) Caso tenham visitado Hong Kong nos 14 dias anteriores à sua entrada, devem possuir um certificado de resultado negativo do teste de ácido nucleico de COVID-19 realizado nas últimas 24 horas, e ficam sujeitos a observação médica de 14 dias em locais designados; Caso tenham visitado Região de Taiwan nos 21 dias anteriores à sua entrada, devem possuir um certificado de resultado negativo do teste de ácido nucleico de COVID-19, nas últimas 24 horas a data de relatório, antes do embarque no avião, e ficam sujeitos a observação médica de 21 dias em locais designados; Caso tenham estado no Interior da China nos 14 dias antes da sua entrada, e nos 21 dias anteriores à entrada em Macau não tenham estado nos países estrangeiros ou Região de Taiwan, devem possuir obrigatoriamente o certificado de resultado negativo do teste de ácido nucleico de COVID-19 aos últimos 7 dias; indivíduos que tenham estado nas regiões do Interior da China, listadas em anexo, antes da entrada em Macau, fica sujeito às exigências especiais de prevenção da epidemia dos Serviços de Saúde. Todos os indivíduos que pretendam viajar por avião civil a partir do Interior da China com destino a Macau, devem exibir um certificado com resultado negativo de teste de ácido nucleico, realizado nas últimas 48 horas a partir do dia de amostragem. Observações: Medidas antiepidémicas para indivíduos que tiveram COVID-19 com destino a Macau Orientações relativas aos hotéis para observação médica (versão inglesa) Novas exigências para o documento comprovativo do teste negativo do novo coronavírus Prevenção da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus - Recomendações para turistas Medidas para apresentação do Código de Saúde de Macau no acesso a locais públicos

Tamanho do Texto:

A A A
Pt

"2021PLPEX":"Aproveite a Plataforma e Explore as Oportunidades de Negócios entre a China e os Países de Língua Portuguesa"

A "Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau)" (PLPEX) é uma exposição de carácter económico e comercial destinada principalmente à participação de empresas e instituições dos Países de Língua Portuguesa. Esta foi estabelecida como uma exposição individual, separada da MIF em 2017 e é agora uma exposição emblemática que se dedica ao desenvolvimento de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Pantre de Língua Portuguesa. Aproveitando as oportunidades de negócio do enorme mercado de língua portuguesa, com uma população de 26 milhões, anualmente, a PLPEX ajuda a estabelecer relações de cooperação entre mais de 300 empresas provenientes do Interior da China, dos oito Países de Língua Portuguesa e de regiões vizinhas que vêm a Macau participar nesta exposição. Honrosamente, a PLPEX foi acreditada pela UFI em 2020.