Comunicado de imprensa
Cabo Verde e a Província de Jiangsu instalaram pavilhões temáticos para apresentar as suas mais-valias e desempenhar o seu papel de parceiros

A 24.ª Feira Internacional de Macau (24.ª MIF) convidou Cabo Verde e a província de Jiangsu a serem país parceiro e província parceira deste ano. Os dois montaram pavilhões temáticos no sentido exibir as suas vantagens singulares em termos de recursos, ampliar os canais de cooperação existentes e explorar bases ou janelas de cooperação potencial.

O Pavilhão Temático de Cabo Verde, instalado pela Agência de Promoção de Investimento e Exportações de Cabo Verde, cobre uma área de 180 metros quadrados e constitui um lugar ideal para os participantes obterem informações como o ambiente e as políticas de investimento desse país, assim como o turismo MICE, o projecto da Zona Especial de Economia Marítima de São Vicente e as oportunidades económicas e comerciais. Os Serviços do Comércio da província de Jiangsu levou a cabo a instalação do Pavilhão Temático da Província de Jiangsu. Na sua área de exposição de quase 300 metros quadrados, 12 empresas da região exibem os projectos do património cultural intangível, o artesanato característico e as indústrias vantajosas como tecnologia inteligente. Os dois pavilhões revestem-se de carácter regional e os seus conteúdos de exposição ricos atraíram numerosos participantes para os visitarem e comunicarem com os expositores.

Quanto à criação do Pavilhão Temático de Cabo Verde, a Presidente da Agência de Promoção de Investimento e Exportações de Cabo Verde, Ana Barber, afirmou que a delegação cabo-verdiana atribui muita importância à MIF e à PLPEX e conseguiu resultados notáveis durante os últimos dois dias. Por um lado, a participação nestes eventos permite que o país receba atenção de empresas de todo o mundo, especialmente da China, facilitando assim o estabelecimento de parcerias de cooperação, a exploração de novos mercados, bem como o aprofundamento de emparelhamento económico e comercial e de intercâmbio cultural. Por outro lado, a presença de Cabo Verde na presente edição da MIF e da PLPEX pode atrair os investidores a abrir negócios e fazer investimentos no seu país, de modo a promover a cooperação profunda entres as partes em diversas áreas, tais como turismo e energias renováveis.

O Sr. Chen, expositor do Pavilhão Temático de Jiangsu, apontou que se trata da primeira vez que a sua instituição participou na MIF e já obteve intenções preliminares de cooperação com alguns participantes durante a negociação, esperando poder captar mais oportunidades de negócio através da plataforma das exposições.

A Sra. Hu, visitante profissional da província de Guangdong, manifestou interesse no sector de logística de Cabo Verde na sua visita ao pavilhão do país parceiro, dizendo que pretende conhecer mais a situação do desenvolvimento de logística deste país e de outros países lusófonos, no sentido de verificar a viabilidade de cooperação futura e de explorar o mercado de logística local. O Sr. Lei, visitante profissional local, espera, por sua vez, poder promover amplamente a comercialização dos pentes característicos de Changzhou, Jiangsu em Macau e está a discutir a potencialidade de cooperação com um expositor do Pavilhão Temático de Jiangsu. Além disso, o Sr. Diboney Vilhete, comerciante de São Tomé e Príncipe, vê um enorme potencial de desenvolvimento nas malas de viagem inteligentes exibidas no Pavilhão Temático de Jiangsu e já chegou a um acordo preliminar de cooperação com um expositor deste pavilhão durante a negociação, esperando que, no futuro, os dois lados possam aprofundar a cooperação.

O Pavilhão Temático de Cabo Verde apresenta as características e vantagens do seu país

O Pavilhão Temático da Província de Jiangsu aproveita a MIF para explorar as oportunidades de cooperação em negócios